Os museus do Palazzo Pitti

Tour na Toscana / Os museus do Palazzo Pitti

Os museus do Palazzo Pitti

Tarifa sob consulta

Construído no século XV para o rico mercante Luca Pitti, o Palácio foi comprado no século seguinte por Eleonora de Toledo, esposa de Cosimo I dei Medici, que o transformou em uma verdadeira residência principesca. Nele habitaram todos os grão-duques de Florença das famílias Médici e Lorena e posteriormente o Rei da Itália e é, atualmente, a sede de vários museus.

Galleria Palatina: situada no primeiro andar, também chamado de andar nobre, esta pinacoteca abriga uma das mais importantes coleções de quadros do mundo e mantém até hoje a disposição segundo a tradição do século XVII. Rafael, Ticiano, Caravaggio, Rubens, Andrea del Sarto, Van Dyck são alguns dos mestres que se unem aos mais importantes artistas da escola fiorentina. Ao final do percurso é possível visitar os aposentos do Apartamento Real, decorados suntuosamente com tapeçarias, quadros e móveis de grande valor.

Galleria d’Arte Moderna: A maioria das obras de pinturas e esculturas são de artistas italianos e compreendem o período entre final do século XVII até Primeira Guerra Mundial, com uma seção muito importante dedicada ao movimento artístico surgido em Florença na segunda metade do século XIX chamado Macchiaioli.

Museo della Moda e del Costume: É o único museu italiano dedicado a história da moda. A sua coleção tem mais de 6.000 peças que são renovadas para a exposição a cada 3 anos, por questão de conservação.

Museo do Tesouro do Grão-duque: situado no andar térreo estas salas constituíam os apartamentos de verão da família Médici, e foram majestosamente decoradas com afrescos na metade do século XVII. Hoje este museu conserva os tesouros da família Médici, vasos antigos de pedras semipreciosas de Lorenzo il Magnifico, objetos em âmbar, preciosíssimas esculturas em marfim, joias, cristais, vasos preciosos, móveis decorados.

Museo delle Porcellane: Localizado em um edifício chamado Palazzina del Cavaliere dentro do jardim de Boboli. O museu possui uma coleção com as mais belas porcelanas europeias adquiridas pelos grão-duques de Lorena.

Giardino di Boboli: através de um delicioso itinerário conheceremos grutas, fontes e esculturas que há séculos ornam o famoso “jardim do príncipe”, e que empregou engenhosos arquitetos e engenheiros como Bernardo Buontalenti para satisfazer os interesses e curiosidades dos membros da Família Médici. A criação deste jardim foi responsável pela determinação do padrão do “Jardim à italiana”, com amplas zonas verdes subdivididas de forma regular e repleto de esculturas, fontes e grutas, que foi tomado como modelo por todas as cortes europeias.

 

Informações adicionais:

  • Duração: depende do número de museus a serem visitados;
  • Tour disponível de Terça-feira a Domingo;
  • Ponto de encontro: No seu hotel, se for dentro do Centro Histórico de Florença ou em frente ao Duomo;
  • Recomenda-se reservar os bilhetes de entradas com antecedência;
  • O tour não inclui: transporte e bilhetes de entrada.
Depende do número de museus a serem visitados.
  • Partida
    No seu hotel se for localizado no centro histórico de Florença.
  • Hora de partida:
    A combinar.
  • Vestuário Recomendado
    Roupas e sapatos confortáveis
  • Incluir
    Guia de Turismo
  • Não incluído
    Degustação de azeites
    Degustação de vinhos
    Transporte
    Ingressos
    Alimentação

Para informações e reservas preencha o formulário abaixo:  

Autorizo o tratamento dos meus dados pessoais ao senso do Decreto Legislativo 30 de Junho 2003, n 196 "Codice in materia di protezione dei dati personali" (Legislação Italiana).