Tour na Toscana / Arte  / 10 atrações gratuitas em Florença
18 mar

10 atrações gratuitas em Florença

Muitos turistas reclamam que em Florença tudo é a pagamento e que não se pode entrar em nenhum lugar gratuitamente. De fato, quase todos os museus e em muitas igrejas é necessário adquirir um ingresso. Mas as excessões existem e decidimos fazer uma lista de lugares belissimos que podem ser vistos gratuitamente na cidade:

1 – Duomo ou Catedral de Santa Maria del Fiore:

Devido a beleza e a importância da catedral uma das perguntas mais frequentes que nos fazem é: “Quanto custa o ingresso?” Mas a catedral é grátis, para entrar é necessário somente ter paciência de esperar na fila. Devido a um rigoroso sistema de segurança para controlar cada turista, em geral a fila demora mais de meia hora. Mas vale a pena, pois você vai ficar absolutamente extasiado diante da magnificência do edifício, dos antigos vitrais intactos por tantos séculos, pelo estranho relógio ao seu interno, pelos afrescos de Paolo Uccello e Andrea del Castagno e pela representação do Juízo Final ao interno da cúpula por Vasari e Zuccari.

Para visitar os outros edifícios que compõe o complexo religioso da cidade (Batistério, Torre campanária de Giotto, Cúpola, Cripta de Santa Reparata e o Grande Museo del Duomo) é necessário adquirir um ingresso, e para subir na cúpola é obrigatória a reserva do horário.

Horário de abertura: De segunda a sábado, das 10:00 às 16:30. Domingo das 13:30 às 16:45.

O Tour na Toscana reuniu todas as informações sobre as missas e para quem estiver interessado é possível fazer um Tour religioso ad hoc.

2 – Museu Tracce di Firenze: o Palazzo Vecchio conta a cidade

No Cortile della Dogana do Palazzo Vecchio se encontra este pequeno ambiente com muitas representações de Florença ao longo dos séculos. É impressionante a versão ampliada de um mapa chamado Pianta della Catena, que dá uma vista da cidade no final do século XV. É muito interessante para observar a dimensão original do Palazzo Pitti, o bairro chamado Baldracca, onde foi construído o Uffizi, a Ponte Vecchio antes do Corredor Vasariano, e muitas outras coisas. Além de imagens e mapas, é possível ver as antigas chaves de algumas portas da cidade, com as próprias bolsas originais. A única restrição é que é proibida a entrada com mochilas, mesmo se pequenas.

Horário de abertura: Diariamente das 9:00 às 19:00, com excessão de Quinta-feira das 9:00 às 14:00.

3 – Igreja de San Miniato al Monte e Cimitero delle Porte Sante

A Igreja de San Miniato é uma das mais antigas de Florença, tanto que em 2018 celebrou o seu milenário. Além de ser um lugar de uma beleza e espiritualidade única, é um dos pontos mais altos da cidade, acima do Piazzale Michelangelo.

Ao redor pode-se visitar o monumental Cimitero delle Porte Sante, onde trabalharam grandes escultores em túmulos de personalidades famosas italianas como Carlo Collodi, o escritor de Pinóquio, artistas como Pietro Annigoni e Ottone Rosai, Pellegrino Artusi, o escritor do primeiro livro de receitas italianas, e muitos outros.

Horário de abertura: Igreja: de segunda a sábado, das 9:00 às 13:00 e das 15:00 às 19:00. Domingo das 13:00 às 19:00 Cimitério: de segunda a sábado, das 8:00 às 17:00 Domingo das 8:00 às 13:00

4 – Igreja e museu de Orsanmichele:

Muita gente passa por aqui e nem percebe que é uma igreja. Não é só questão de distração, pois este edifício foi construído originalmente para ser um mercado de grãos da cidade. Em breve faremos um artigo sobre a sua interessantíssima história. Ao interno você vai ficar encantado com o espetacular tabernáculo realizado por Andrea Orcagna. As esculturas que estão nos tabernáculos externos são réplicas das realizadas pelos maiores escultores do período tardogótico e do Renascimento, como Lorenzo Ghiberti, Donatello, Verrocchio e Giambologna. As obras originais estão no primeiro andar e no último andar tem uma vista maravilhosa de toda a cidade.

Horário de abertura: Igreja: diariamente das 10:00 as 17:00. Museu: Segunda-feira: das 10:00 às 16:50 e Sábado: das 10:00 as 12:30

5 – Accademia delle Arti del Disegno:

É a academia de arte mais antiga do mundo, fica ao lado de Orsanmichele no antigo palácio da Corporação dos açougueiros, a Arte dei Beccai. A decoração interna é muito bela e frequentemente podem ser vistas mostras de artistas modernos e contemporâneos.

Horário de abertura: De segunda a sexta-feira, das 9:30 às 12:30 (em ocasião das mostras). Normalmente faz o mesmo horário do museu de Orsanmichele.

6 – Basílica de Santo Spirito:

É uma das principais basílicas da cidade, construída no século XIII pela ordem dos Agostinianos e reconstruída por Brunelleschi, após um incêndio. A decoração dos altares é belíssima com o destaque de um retábulo de Filippino Lippi. Na igreja há um crucifixo de madeira realizado por Michelangelo na sua juventude, mas é necessário pagar um ingresso de 2 euros para a sacristia para poder observá-lo

Horário de abertura: de segunda a sábado, das 10:00 às 13:00 e das 15:00 às 18:00. Domingo das 11:30 às 13:30 e das 15:00 às 18:00. Fecha toda quarta-feira.

7 – Basílica de Santissima Annunziata

Na homônima praça localiza-se o principal santuário mariano da cidade da ordem religiosa dos Servos de Maria, também conhecidos como Servitas. Ao passar o pórtico frontal e entrar no claustro chamado Chiostrino dei Voti, você vai poder apreciar um dos principais ciclos de afrescos da Renascença, com as histórias de um santo desta ordem e da Nossa Senhora. No interno da igreja a decoração é riquíssima, com o destaque do afresco milagroso que há séculos atrai milhares de fiéis todos os anos.

Horário de abertura: O Chiostrino pode ser visto sem restrições diariamente e a basílica das 16:00 às 17:15

8 – Igreja de Ognissanti e Cenacolo

Esta igreja perto das margens do rio Arno é muito importante pois foi mantida e subvencionada por vários séculos pela família Vespucci (mais conhecida como Vespúcio em português, essa mesma do Américo que deu o nome ao nosso continente). Aqui estão os túmulos da família e também do artista Sandro Botticelli, que trabalhava e vivia nas redondezas. Podem ser vistas obras de Botticelli, Ghirlandaio e Giotto. Se estiver aberto o claustro e o refeitório é possível ver a representação da Última Ceia do Ghirlandaio. A representação da Última Ceia é uma importante tradição florentina.

Horário de abertura: de segunda a sábado, das 9:30 às 12:30 e das 16:00 às 19:30. Domingo das 16:00 às 19:30. Fecha toda quarta-feira.

9 – Cenacolo di Santa Apollonia e Cenacolo del Fuligno.

Esta é a primeira representação renascentista da Última Ceia, realizada por Andrea del Castagno, e outras obras.

Horário de abertura: de segunda a sábado, das 8:15 às 13:50. Fecha todos os 1°, 3°, 5° sábado e domingo do mês.

10 – Chiostro dello Scalzo:

Uma pequena jóia desconhecida pela maioria dos turistas e até por muitos florentinos, neste pequeno claustro que fica na Via Cavour n. 69 você vai poder se deleitar com este importante ciclo de afrescos realizado por Andrea del Sarto, com as histórias de São João Batista.

Horário de abertura: Segunda-feira, quinta-feira, 1°, 3°, 5° sábado, 2°, 4° Domingo do mês das 8:15 às 13:50.

Uma última dica importante: de novembro a março, no primeiro domingo do mês os museus nacionais são gratuitos em toda a Itália

O Tour na Toscana está a disposição para mostrar estes lugares e muitos outros, com passeios personalizados. Entrem em contato conosco!

Katia
Kátia Martinez

Paulistana, guia oficial, PHD em História e pesquisadora, já morou em Londres e na Espanha, mas escolheu Florença pelo amor à arte.

No Comments

Leave a Reply: