Tour na Toscana  / Dicas  / A Porta de Monticchiello
25 nov

A Porta de Monticchiello

 

Você quer conhecer um lugar mágico da Toscana e comer em um ótimo restaurante? Então anote já esta dica no seu roteiro.

Aqui no blog do Tour na Toscana já falamos das maravilhosas cidades de Montepulciano e de Pienza.

O pequeno burgo de Monticchiello faz parte do território de Pienza e, devido a sua posição estratégica, foi durante séculos um dos baluardes defensivos da República de Siena na Val d’Orcia.

Ainda é possível ver uma parte das muralhas que circundavam o povoado e o nosso conselho é de usar sapatos confortáveis pois, como muitas cidades medievais toscanas, suas ruas estreitas são bem rípidas. O mais gostoso é perder-se no labirinto dessas pequenas ruelas e descobrir ângulos muito pitorescos.

ruasdemonticchiello

No passeio não deixem de visitar a igreja dedicada aos santos Leonardo e Cristóvão, de estilo românico-gótico, onde podem ser vistos alguns afrescos do século XIV e XV.

sanleonardoecristoforo

Ao lado da porta principal de entrada no povoado encontra-se um restaurante maravilhoso cujo nome é fácil de lembrar: Osteria La Porta

Um banquinho bem na frente dá um ar de pracinha do interior, e a vitrine está recoberta de adesivos de reconhecimento dos melhores guias do mundo.

 

Como na melhor tradição italiana a condução é familiar. A Daria acolhe os clientes com um sorriso e você logo se sente a vontade pois o ambiente é muito aconchegante. No período mais quente é possível comer num terraço com vista para a Val d’Orcia, que devido a sua deslumbrante beleza, está inserida na lista do Patrimônio da Humanidade da Unesco.

 

Você vai ficar de boca aberta apreciando essa paisagem, mas também quando olhar o menú. O cardápio nunca é igual pois varia de acordo com as estações do ano e o mais difícil é escolher o que comer entre tantas iguarias! Os amantes dos vinhos não vão ficar decepcionados pois o menú é amplo e as etiquetas variam de produtos do território a outras regiões. A Daria é somelier e pode ajudar na escolha do vinho ideal de acordo com a sua escolha de pratos.

Para quem quiser saber mais sobre o Nobile de Montepulciano, um dos vinhos tradicionais daquela zona pode conferir com a nossa especialista.

A única coisa para tomar cuidado é com um degrauzinho na saída. Depois de uma bela refeição e de um bom vinho é fácil não reparar nele e cair, como aconteceu comigo. Mas esse é um aviso só para pessoas distraídas! 🙂

porta-monticchiello

Uma outra opção é a Cantina de la Porta, para grupos numerosos ou para quem chegar fora do horário das refeições e quiser só uma merenda ou um aperitivo. O local, que também pertence a família de Daria é grande, com uma decoração moderna de muito bom gosto e tem uma mostra permanente de fotografias de Mauro Guerrini sobre a vida e as tradições dos habitantes de Monticchiello.

E a propósito de tradições, Monticchiello é muito conhecida pelo Teatro Povero

Tudo começa com um projeto cultural nos anos 60 que coloca o teatro como ponto de agregação social na cidade. Os próprios moradores são, ao mesmo tempo, atores e espectadores, passando de uma experiência de dramaturgia participativa ao autodrama inspirado a Giorgio Strehler. Os espetáculos são feitos durante o verão ao ar livre nos lugares públicos da cidade, tanto que os “atores/moradores” não dizem que vão em cena, mas que vão na praça! Este evento atrai muitas pessoas e se você estiver na região nesse período não perca a oportunidade de ver.

Fotos deste post pertencem ao arquivo pessoal de Katia Martinez e Cristiane de Oliveira

Texto: Katia Martinez

Katia
Kátia Martinez

Paulistana, guia oficial, PHD em História e pesquisadora, já morou em Londres e na Espanha, mas escolheu Florença pelo amor à arte.

Comments:

  • Avatar
    Ana Claudia Michelini Paulo
    dezembro 3, 2016 at 11:12 am

    Ai… ai… só de ler seu artigo já estou me sentindo a Júlia Roberts… não vejo a hora de caminhar pelas ruas estreitas e rípidas. Terraço com vista para a Val d’Orcia e todo cuidado com degrauzinhos! Comer, rezar e amar 💚🌿te ler é como te ouvir… saudades, bella!

Leave a Reply: