Topo
Tour na Toscana / Florença  / Os 150 anos de Florença Capital do Reino da Itália 1865-2015

Os 150 anos de Florença Capital do Reino da Itália 1865-2015

O ano de 2015 será um ano de grandes comemorações pelo 150° aniversário de Florença Capital do Reino da Itália.

Quando ocorre a “Unità d’Italia” em 1861 fica definido que a sede do reino italiano, após Turim (primeira capital do Reino italiano entre os anos 1861-1865) será Florença e assim ao longo de cinco anos (1865-1871) Firenze é a segunda capital da jovem nação italiana.

logo_firenze_capitale

 

Depois de 1861 quando Roma ainda estava sob o controle do Estado Pontifício, Turim é eleita a primeira capital da Itália, após ter sido capital do reino Piemontês dos Savoia.

Em função de sua posição geográfica e por estar muito próxima à França, Turim era muito vulnerável. Vitor Emanuel II, primeiro rei da Itália esperava dominar o Estado Pontifício, mas naquele período Napoleão III, para garantir o Estado Papal, definiu um acordo na qual o Reino italiano aprovava o transferimento da sede do governo italiano de Turim para Florença.

A escolha de Florença como nova capital havia uma série de questões políticas favoráveis como sua localização estratégica e central visto a necessidade de levar a capital mais próxima das regiões sul. Além disto, o dialeto florentino foi um dos fatores mais importantes para a escolha da cidade de Florença como capital da Itália neste período. De fato, o modo de falar dos florentinos era considerado como o ‘vero italiano’, visto que a língua italiana nasce em Florença com Dante Alighieri (sobre este tema falaremos em um próximo artigo!) e vem assim escolhido para unificar o Estado sobre o ponto de vista linguístico.

vittorio-emauele-ii

Rei Vitor Emanuel II da Itália

Florença foi capital e prosperou, mesmo se isto tenha acarretado um drástico aumento da população com a construção de novos bairros. Muitas destas áreas foram construídas na zona norte da cidade e graças a este período uma parte do centro histórico foi demolido assim como grande parte da muralha medieval da cidade. No lugar desta última foram construídas as grandes avenidas conhecidas como i viali; o Viale dei Colli (Avenida das colinas) e o Piazzale Michelangelo (mirante) foram realizados estrategicamente na porção sul e do outro lado do Rio Arno, para vislumbrar uma magnífica vista da cidade.

vista-de-florenca-com-o-duomo-de-florenca-a-ponte-vecchio-e-o-rio-arno

 

No período de Florença Capital, alguns edifícios se transformaram em palácios governativos, o mais importante deles o Palazzo Vecchio que hospedava o Parlamento italiano e a sede do Ministério das Relações Exteriores. Em 1871 a capital se transferiu definitivamente para Roma, cidade sede do antigo império romano e de grande simbologia na história italiana, além de possuir uma posição ainda mais estratégica dentro da península.

A partir de 3 de fevereiro deste ano (data na qual em 1865 o Rei Vittorio Emanuele II fazia sua entrada em Florença) o atual prefeito de Florença anuncia uma série de eventos e comemorações que inicia em 2015 e que vão até 2021 para comemorar nos próximos 5 anos, os 5 anos de Florença Capital! Para citar alguns dos projetos está previsto a restauração de algumas das estátuas que representam personagens importantes deste período histórico, localizadas em praças do centro histórico, e ainda, a realização de uma exposição na sede do Arquivo do Estado com o tema “Uma Capital e seu arquiteto. Eventos politios e sociais, urbanísticos e arquitetônicos” que mostra a obra do arquiteto Giuseppe Poggi responsável pelo projeto de urbanização e ampliamento da cidade naquele período.

Texto: Luciana Masiero

Tags do Post:

Sem Comentários

Deixe uma resposta:

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close