Tour na Toscana

Sua majestade, o vinho Brunello

montalcino3
Montalcino, pátria do Brunello

 

A Toscana é uma região que produz grandes vinhos tintos, além, claro de um famoso vinho branco, a Vernaccia di San Gimignano. Costumo dizer que a Toscana é um verdadeiro Paraíso de Bacco (deus romano do vinho, comparado a Dionisio para os gregos). No post de hoje vamos falar de uma específica zona de produção: a cidade de Montalcino, na Provincia de Siena.

formella-benvenuto-2015

Montalcino, centro senese renomado pela arte e pela história, é a pátria do vinho Brunello. Desde meados do século XIV   temos notícias da denominação Brunello, mesmo que o vinho produzido naquela época não tinha nada a ver com o Brunello que conhecemos hoje. Desde de 1980, o Brunello ganhou a denominação DOCG (Denominação de  origem controlada e garantida). Isso significa dizer, em poucas palavras, a produção do Brunello obedece um disciplinar e que a zona de produção é muito restrita.

Como é o clima e o território de Montalcino?

Do alto da colina onde surge a cidade de Montalcino é possivel admirar uma das vistas mais encantadora de toda a Toscana.

A zona de produção do Brunello coincide exatamente com o território da cidade de Montalcino, onde as colinas foram formadas em épocas geológicas diferentes e apresentam  diversos tipos solos e diferentes micro climas. Os terrenos são argilosos, (dizemos que um solo é argiloso quando pelo menos 30% da sua composição é feita de argila), ricos de calcário,  de tufo (rocha de origem vulcânica).

O clima é tipicamente mediterrâneo (clima temperado com estação seca no verão e chuvas no inverno) e durante o inverno é possível nevar acima dos 400 metros de altura. Montalcino é muito próximo do Monte Amiata (1740m) o que cria uma importante proteção natural na faixa mediana das colinas, onde se concentram a maior parte das vinícolas.

Qual o tipo de uva é utilizada na produção do Brunello?

Os vinhedos de Montalcino

A base do Brunello é o sangiovese, uva típica que é a rainha de toda a produção de vinhos na Itália central.

Na variedade mais valorizada, o sangiovese possui uma maturação tardia mas dá vida a vinhos de longa duração e de ótima estrutura, com um bom nível de tanino e acidez. A única variedade de uva autorizada na produção do Brunello é o Sangiovese Grosso que em Montalcino é chamado de Brunello.

 Biondi-Santi e o Brunello

images

A invenção do Brunello moderno é devida a nobre família Biondi-Santi. Até a segunda metade do século XIX, o vinho mais famoso de Montalcino era o Moscadello di Montalcino e foi exatamente nesse período que Clemente Santi começou a estudar a potencialidade de uma variante do Sangiovesse (Sangiovese grosso), em seguida, o neto de Clemente chamado Ferruccio Biondi Santi, herdando a paixão do seu avô, iniciou a produzir  vinhos de excelente qualidade.

Sua majestade, o Brunello

O Brunello de Montalcino é um vinho que visualmente é limpido e brilhante, de cor granada. Possui um perfume intenso e persistente. Os  aromas  mais comuns são: madeira aromática, pequenos frutos vermelhos, baunilha e geléias. Na boca, o vinho é elegante, harmônico e de corpo.

Devido às suas características, o Brunello de Montalcino suporta um longo envelhecimento,melhorando ao longo do tempo. É difícil dizer quantos anos ele suporta de envelhecimento, mas podemos afirmar um mínimo de 10 até 30 anos. Claro que o Brunello deve ser mantido em um local especial, como por exemplo,  um porão fresco, escuro , com a  temperatura constante, sem ruídos e odores e as garrafas na posição horizontal para que a rolha fique sempre em contato com o vinho  evitando o ressecamento.

O vinho Brunello pode ser servido com carne vermelha, eventualmente acompanhado porfunghi e trufas. O Brunello também pode ser servido com queijos com um certa estrutura, como por exemplo o pecorino toscano estagionado. A temperatura ideal de serviço é entre 18 e 20 graus.

Regras para a produção de Brunello di Montalcino

O Brunello de Montalcino foi reconhecido como DENOMINAZIONE DI ORIGINE CONTROLLATA E GARANTITA (DOCG)  com DPR 07/01/1980, que posteriormente sofreu várias mudanças.

Aqui estão as regras previstas pelo regulamento em vigor, conforme exigido pelo Decreto 19/05/1998.

– Zona de produção: Montalcino
– Uva: Sangiovese (conhecido em Montalcino como “Brunello”)
– O rendimento máximo de uvas: 80 quintais por hectare
– Rendimento de uvas em vinho: 68%
– Envelhecimento mínimo em madeira: 2 anos em carvalho
– Envelhecimento mínimo em garrafa: 4 meses (6 meses para o Riserva)
– Cor: vermelho rubi intenso, tendendo a granada com o envelhecimento
– Aroma: característico e intenso
– Sabor: seco, quente, um pouco tânico, robusto e harmônico
– Teor alcoólico mínimo: 12,5% vol.
– Acidez total: 5 g / lt
– Extrato seco líquido mínimo: 24 g / lt
– Engarrafamento: deve ocorrer apenas na área de produção
– Disponíveis para venda: 5 anos após a colheita (6 anos para o Riserva)

Outros vinhos de Montalcino

A cidade de Montalcino não produz somente o Brunello. Nessa zona da Toscana encontramos outros vinhos importantes, como o Rosso di Montalcino, o Sant’Antimo e o Moscadello di  Montalcino.

Nos próximos posts conheceremos com mais detalhes os outros vinhos produzidos em Montalcino. Aguardem!

Se você for visitar Montalcino, não esqueça de ler o post: O que ver em Montalcino

 Fonte de pesquisa:

  • Vini del Mondo – I Grandi di Toscana  De Agostini
  • Abbecedario dei Vini d’Italia – Viaggio in bottiglia tra borghi, cantine e regioni – Adriano del Fabro
  • Siena e le terre senesi – Touring Editore
  • Consorzio del Vino Brunello di Montalcino (consulta feita no dia 14/11/2015)

2 comentários sobre “Sua majestade, o vinho Brunello

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies Saiba mais Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close