Tour na Toscana

Itinerário de Santa Catarina em Siena

santuario Santa Catarina

Casa Santuario de Santa Catarina

Passeando por Siena é difícil ignorar um dos personagens mais ilustres da cidade, uma mulher que fez história não só na Itália mas em todo continente europeu. Catarina Benincasa nasceu em Siena no dia 25 de março de 1347 e segundo a tradição era muito devota desde de pequena, não aceitando a imposição dos seus pais de contrair matrimônio. Passou a fazer parte da Ordem Terceira das Irmãs Domenicanas conhecidas como “Mantellate” por causa do uso do manto preto como símbolo de austeridade e penitência. As “Mantellate” eram mulheres de boa condição financeira, muitas delas viúvas e seguiam a espiritualidade de São Domingos, ajudando os domenicanos, principalmente nas obras de caridade.

Santa Catarina dedicou sua vida a cura dos doentes e dos pobres, além de influenciar o ambiente politíco da sua época, como por exemplo o retorno do Papa de Avinhão para Roma.

Breve biografia de Santa Catarina de Siena

 

Santa Catarina – Fortezza Siena

1347 – Nasce em Siena no dia 25 de março, juntamente com a sua irmã gêmea Giovanna (a qual faleceu pouco tempo depois do nascimento), a 24a. Filha de Jacopo de Benincasa e di Lapa di Puccio dei Piagenti.

1363 – (16 anos) É recebida na Terceira Ordem de São Domingos, formado por mulheres laicas chamadas de “Mantellate”.

1367 – (20 anos) Inicia a missão eclesiástica e política.

1375 – (28 anos) Faz a sua primeira viagem de pacificação em Pisa e alí, no dia primeiro de abril, recebe as suas estigmas (marcas das chagas de Jesus, recebidas na cruz).

1376 – (29 anos) É enviada ao Papa Gregorio XI em Avinhão. O interesse é que a sede papal retorne a Roma.

1380 – (33 anos) Com a idade de Cristo, Catarina morre em Roma no dia 29 de abril. Foi enterrada na Basilica de Santa Maria sopra Minerva, na capital italiana.

1461 – É canonizada no dia 29 de junho, pelo Papa Pio II.

1628 – Em 27 de agosto, o Papa Urbano VIII fixa a sua festa liturgica para o dia 30 de abril.

1866 – No dia 08 de março, Pio IX declara Santa Catarina Padroeira de Roma juntamente com São Pedro e São Paulo.

1939 – Em 18 de junho, Pio XII declara Santa Catarina Padroeira da Itália junto com São Francisco de Assis.

1970 – Em 04 de outubro, Paulo VI declara Santa Catarina Doutora da Igreja.

1999 – Em 01 de outubro, São João Paulo II declara Santa Catarina Padroeira da Europa.

Seguindo os passos de Santa Catarina em Siena

Abaixo um pequeno itinerário para conhecer os lugares em Siena ligados a vida de Santa Catarina. Aproveite para conhecer um pouco mais da vida da Santa e é claro, admirar as belas paisagens da cidade de Siena.

Basilica de San Domenico

 

San Domenio - Siena - Capela de Santa Catarina

San Domenico – Siena – Capela de Santa Catarina

É o melhor local para iniciar o itinerário sobre Santa Catarina, tendo em vista, que essa era a igreja frenquentada por ela em Siena. Trata-se de uma imponente basílica gótica dedicada a São Domingos construída entre os anos de 1226 e 1265. No seu interior, Santa Catarina viveu momentos importantes ligados a sua experiência mística. Na capela dedicada a Santa é possível admirar a mais importante das suas relíquias: a cabeça de Catarina.

A Basílica conserva ainda um importante afresco que representa a Santa com uma devota feita pelo pintor Andrea Vanni. Certamente essa é a imagem mais conhecida da Santa e foi feita entre os anos de 1375 (data que Catarina recebeu as estigmas) e 1399. Podemos pensar que pelo menos o rosto seja um retrato fiel da Santa, pois Andrea Vanni foi um dos discipulos de Catarina, além de ser o destinatário de três das suas cartas.

Santa Catarina - Andrea Vanni

Santa Catarina e uma devota – Afresco de Andrea Vanni – Basilica de San Domenico – Siena

Santuário Casa de Santa Catarina

Essa visita lhe permitirá entrar na intimidade de Catarina, explorando os vários ambientes que irá lhe ajudar a entender as origens e a formação da Santa. A casa natal de Santa Catarina foi enriquecida ao longo dos séculos e foi transformada em um verdadeiro santuário.

ll padre, Jacopo Benincasa, sorprende S. Caterina a pregare con la colomba dello Spirito Santo sulla testa

O Pai; Jacopo Benincasa, surpreende Santa Catarina orando com a Pomba do Espirito Santo sobre a cabeça. Afresco da Casa de Santa Catarina

A entrada é gratuita e no seu interior é possível admirar diversos afrescos que representam momentos da vida da Santa. No andar inferior, é possível admirar um pequeno cômodo onde era usado por Catarina para repousar-se.

Interior da Igreja do Crucifixo. Foto: Wikipédia

Interior da Igreja do Crucifixo. – Foto: Wikipédia

Na pequena Igreja do Crucifixo é conservado um crucifixo do século XII proveniente de Pisa, que segundo a tradição é o mesmo que deu as estigmas a Santa.

Fontebranda

 

FonteBranda

Fontebranda – Siena

Há poucos metros da Casa de Santa Catarina se encontra a Fontebranda, uma das fontes mais importante de Siena. Catarina nasceu perto desta fonte, e seu pai, que era um tintureiro, utilizava a água da fonte para exercer suas atividades.

Salita del Costone 
Visao de Santa Catarina

Afresco na Salida del Costone representando a visão de Santa Catarina. Obra de Enzo Cesarini 1972.

Próximo a Fontebranda, esse local foi o palco da sua primeira visão, quando Catarina tinha apenas seis anos de idade. Jesus apareceu vestido majestosamente acompanhado de São Pedro, São Paulo e São João Batista.

Batistério e a escadaria de São João

 

Batisterio Siena

Batistério e ao lado a escadaria

Próximo a Catedral, o Batistério é um edifício sacro de grande interesse, foi local do batismo da Santa e de tantos outros seneses da época. Subindo a escadaria externa (ao lado do batistério), em direção a catedral é possível ver uma cruz desenhada em um degrau. A cruz marca o local onde Santa Catarina teria caído durante uma tentação do diabo.

Ospedale di Santa Maria della Scala
Oratorio_di_Santa_Caterina_della_Notte

Oratorio de Santa Catarina della Notte – Ospedale Santa Maria della Scala – Siena

No antigo Ospedale di Santa Maria della Scala, Catarina passou muito tempo cuidando dos enfermos e dos pobres. Dentro do complexo do museu, é possível visitar o Oratório de Santa Catarina della Notte, construído por seus devotos no lugar onde muitas vezes ela orou e descansou.

Bom passeio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies Saiba mais Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close