Tour na Toscana

A Semana Santa em Florença

A Semana Santa é uma tradição religiosa católica que celebra a Paixão, a Morte e a ressurreição de Jesus Cristo. Ela se inicia no Domingo de Ramos, que relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e termina com a ressurreição de Jesus, que ocorre no domingo de Páscoa.

Rafael Sanzio, Ressurreição de Cristo 1499-1502 Museu de Arte de São Paulo – MASP

Em Florença a Via Crucis inicia a partir da Igreja Santa Maria Madalena dei Pazzi, passando por diversas igrejas do centro histórico desde Borgo Pinti, Praça Santa Croce, Praça da Signoria, Praça do Duomo, Praça São Marcos, Santíssima Annunziata e retornando a Santa Maria Madalena dei Pazzi.

Diferente do Brasil, na Itália o feriado da semana santa não é a sexta da paixão, mas a segunda feira depois do domingo de Páscoa, chamada de Lunedì dell’Angelo ou Pasquetta.

A “Pasquetta” festejada depois do domingo de Páscoa representa no calendário litúrgico católico o episodio do encontro do anjo no sepulcro com Maria Madalena, Salomé e Maria mãe de Tiago e José.

Fonte: http://www.meteoweb.eu

O evangelho conta que Maria Madalena, Salomé e Maria mãe de Tiago e José foram ao sepulcro, onde Jesus tinha sido sepultado e encontraram o tampo da tumba fora do lugar, quando então aparece o anjo com a notícia de Cristo ressuscitado e que elas deveriam dar a noticia aos Apóstolos.

No domingo de Páscoa em Florença acontece uma série de celebrações, entre elas o histórico e belíssimo “Scoppio del Carro”, uma tradição que acontece ha mais de tres seculos onde um carro alegórico chamado Brindellone em forma de torre é levado por dois bois até a Praça do Duomo de Florença, e colocado entre a Catedral e o Batistério.

Fonte:http://www.italiaculturale.it

O Scoppio del Carro é uma das tradições populares de Florença mais importantes que une a fé e o culto religioso, espetáculo pirotécnico, tradição histórica e ritual de bons auspícios.

Como reza a tradição a pomba ligada a um cabo de aço a partir do altar-mor da Catedral atravessa toda a nave principal da Igreja tocando o Carro de Fogo (o Carro Alegórico ou Brindellone) dando inicio assim ao dispare dos fogos de artifício. Dali a pomba deve retornar ao altar mor, garantindo segundo a tradição bons frutos para a produção agrícola durante todo o ano.

 

Fonte: http://www.folclore.it/

p17

https://biancoe.wordpress.com/

A tradição é muito antiga e remete à primeira cruzada quando o florentino Pazzino de’ Pazzi no ano de 1099 sobe as muralhas de Jerusalém liberada e ali deixa a marca das cruzadas. Goffredo di Buglione (defensor do Santo Sepulcro e Governador de Jerusalém) lhe doa três pedras do Santo Sepulcro que atualmente são conservadas na Igreja do Santíssimo Apóstolo de Florença com as quais no dia de Páscoa se acende solenemente o fogo da pombinha para a celebração do Scoppio del Carro.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies Saiba mais Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close